terça-feira, 4 de maio de 2010

A música e o desenvolvimento da criança



Já percebeu como os bebês tendem a permanecer mais calmos quando expostos a uma melodia serena e dependendo da aceleração da música eles ficam mais alertas?Todos nós que cuidamos de nossos irmãozinhos, sobrinhos ou filhos percebemos isso.O que tem mudado é que estes efeitos têm sido estudados cientificamente também. 


Nossas avós também já sabiam que colocar o bebê do lado esquerdo do peito os deixam mais calmos.Você já se perguntou o por que?A explicação científica é que os bebês sentem como se estivessem ouvindo o batimento do coração da mãe,quando ele estava no seu útero.

Não seria ótimo se a música fosse uma matéria escolar comum, como a Matemática, a Química ou a Física? Em muitos países isso já é realidade. Nesses países, o educador tem, na sua graduação profissional, um espaço para a música e a prática de um instrumento.

Há sempre aquela música que te lembra de um dia bom, uma pessoa especial ou até te leva à lembranças tristes. Zatore da Universidade de McGill (Canadá) e Blood, do Massachusetts General Hospital   (EUA),desenvolveram uma pesquisa e perceberam que ao ouvir música, as pessoas acionaram exatamente as mesmas partes do cérebro que têm relação com os estados  de euforia e circuitos cerebrais ligados ao prazer.

Há também experiências na área da saúde,onde a música é usada para a recuperação de veteranos de Guerra.Esse é mais um exemplo que a música está deixando de ser apenas música e mudando para reconhecimento científico.  

É dessa relação entre a música e o desenvolvimento da criança que o  artigo recomendado, cujo o nome é "A música e o desenvolvimento da criança" ( da Doutora Monique Andries Nogueira) vem falar.


Ele cita , por exemplo,( além do que já foi dito, que também é assunto do artigo)   que fetos reagem a estímulos sonoros externos e, portanto as mães devem desenvolver atividades musicais quando grávidas.

E não só os fetos são beneficiados pela musica. A criança em todas as fases de seus crescimento é influenciada pela musica.

É recomendável que a partir de 4, 5 anos que a criança começe a desenvolver atividades musicais, como tocar um instrumento. E essa atividade , deve se estender, durante toda vida do individuo.

Por fim, o artigo sugere opções para os pais e adultos envolvidos com a educação de crianças, para que o desenvolvimento ocorra de forma prazerosa e saudável.

Ficou interessado? Acesse o link e confira o  artigo completo!

Confira alguns links de exemplos de músicas e vídeos que ajudam no desenvolvimento saudável da criança:

Ouvindo musica clássica lenta a criança passa do nível alfa (alerta)  para o nível beta (relaxadas, mas atentas) ajudando na aprendizagem: Ex: http://www.4shared.com/audio/u7ZLUYcR/betoven_-_5_sinfonia.htm

Os bebês tendem a permanecer mais calmos quando expostos a uma melodia serena. Ex: http://www.4shared.com/audio/xC01z8yd/Musica_Infantil_-_Ciranda_Cira.htm

Videoclipes que apresentam a jovens de classe média a dura realidade do racismo, podem ser utilizados por pais e educadores como forma de estabelecer um dialogo. Ex: http://www.youtube.com/watch?v=zwPuPX2i3n0

Nesse link, você confere um CD, voltado para o público infantil: http://www.4shared.com/file/ieJSAfnw/Coleo_Disquinho_01.htm





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário